Vandalismo em praça de Afogados

Praça Padre Carlos Cottart sofre vandalismo na noite desse Sábado (23).

Não se sabe até o presente momento quem causou o ato de vandalismo, pois, não seria também a primeira vez que teria ocorrido situações de furtos e arrombamento nos quiosques que ficam próximos a estátua vandalizada.

desta vez o ato de marginalização teve como alvo, a depredação ao património publico, a placa de inauguração e descrição e também a estátua de Manoel Arão que teria sido posta e inaugurada no dia 19 de Agosto de 2023.

Vandalos têm se aproveitado dos momentos de patrulhamento da guarda municipal para praticar suas ações criminosas.

No começo do ano, a cidade teve repercussões das ações da GCM na contenção ao vandalismo e furtos que aconteceram no centro da cidade.
No entanto, há diversos pontos em que a GCM precisa cobrir como: Escolas, praças, Postos de Saúde, prédios públicos.
E é na ausência de um setor que se é praticado o crime.

A cidade de Afogados da Ingazeira esta cada vez maior, com um porte de cidade media, isso se exige melhores condições para segurança publica, cameras de monitoriamento em tempo real, aumento de efetivo das guarnições, rondas mais intensificadas por partes das viaturas. Assim, a população estaria mais segura e vandalos se sentiriam mais intimidados as suas praticas criminosas.

Em redes sociais é visto as cobranças a GCM em relação ao transito e mais presença nos logradouros.
se ver a necessidade constante de preparação, para que se possa melhor atuar em defesa da ordem publica.

o Secretario de Administração Ney Quidute e o Comandante da Guarda, Marcos Galdino estarão presente no programa da Radio Pajeú Debate das Dez.
para melhor detalhar sobre o fato ocorrido e justificar a população a serviço da segurança publica em relação a guarda municipal.

POR: Danilo Marques

Compartilhe:

Deixe um comentário