Vereador Douglas Eletricista faz aliança com Deputado

João Paulo Costa firma parceria com Douglas Eletricista, vereador atuante de Afogados da Ingazeira

O Deputado João Paulo Costa firmou parceria com o vereador de Afogados da Ingazeira, Douglas Eletricista. Com muitos serviços prestados na região do Pajeú, o parlamentar amplia ainda mais seu grupo político no Sertão pernambucano.

“Essa aliança visa o desenvolvimento do município de Afogados da Ingazeira e a melhoria da qualidade de vida da população”, afirmou o Parlamentar. João Paulo Costa tem um mandato conhecido no interior do Estado pelo trabalho desenvolvido em infraestrutura e na agricultura familiar, tendo articulado e enviado através de emendas diversos equipamentos para auxiliar o homem do campo. O Deputado também é reconhecido por ter levado e ampliado o acesso à água no Sertão.

Segundo o vereador, “Acompanho o trabalho do Deputado João Paulo Costa na Assembleia Legislativa e, para mim, é uma honra fechar essa parceria com um parlamentar que tem tanto serviço prestado pelo povo de Pernambuco. Essa união é pelo bem da população de Afogados da Ingazeira. Com essa parceria já vamos receber emendas do Deputado para o nosso município, destinadas à Associação Amigos Pet. Serão R$80 mil para um castramóvel novo e R$120 mil para infraestrutura do canil”.

Para o Deputado, “O vereador Douglas Eletricista tem desempenhado um grande trabalho. Para mim, é um privilégio receber seu apoio. Nosso compromisso é com o trabalho. Juntos iremos avançar ainda mais nas demandas que são importantes para o povo de Afogados da Ingazeira. Estamos trabalhando muito por Pernambuco e vamos trabalhar muito mais por essa cidade que tenho tanto carinho e já levei tantas ações e investimentos, como poços artesianos e maquinário para auxiliar o homem do campo. O povo de Afogados da Ingazeira pode continuar contando com o nosso mandato”.

Visitas de mulher de líder de facção ao Ministério da Justiça

Mulher de líder de facção visita Ministério da Justiça; secretário é cobrado a dar explicações

A mulher de uma liderança do Comando Vermelho no Amazonas preso em 2022 fez duas visitas ao Ministério da Justiça em 2023.
A informação foi divulgada pelo jornal O Estado de São Paulo e confirmada pela reportagem com uma fonte da pasta.

Luciane Barbosa Farias é mulher de Tio Patinhas, preso em Dezembro de 2022.

Ele já havia sido detido em 2018, quando já era considerado um dos criminosos mais procurados do Amazonas, mas foi solto por uma desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado.

De acordo com a reportagem do Estadão, Luciane é o braço financeiro da operação do marido, e foi ao Ministério da Justiça em Março e Maio de 2023.

Segundo apurado, o secretário Nacional de Assuntos Legislativos do Ministério da Justiça, Elias Vaz, recebeu um pedido da advogada Janira Rocha, ex-deputada estadual do Rio de Janeiro pelo PSOL para receber uma delegação de mulheres, e Luciane estava entre elas.

Nos bastidores, assessores do ministro da Justiça, Flávio Dino, consideraram o episódio um erro de Vaz, que “deveria ter checado” a lista de participantes.
O caso vai ser analisado numa reunião nesta segunda-feira (13).

Alepe promulga lei que permite criação de até 124 cargos comissionados no Legislativo; gastos podem chegar a quase R$ 420 mil por mês

Lei nº 18.355 foi publicada no Diário Oficial sem sanção da governadora Raquel Lyra (PSDB).

Foi promulgada na quarta (25) uma lei que permite a criação de até 124 cargos comissionados na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe). As novas funções de livre nomeação, contratadas sem realização de concurso público, serão lotadas nos gabinetes dos deputados estaduais que ocupam a liderança e a vice-liderança das 11 bancadas legislativas.

Também foram criados cargos na Mesa Diretora e na Primeira Secretaria, podendo beneficiar até 42 dos 49 parlamentares que compõem a Casa. Se todos os deputados incluídos na lei realizarem as contratações previstas, os gastos com a medida podem chegar a mais de R$ 419 mil por mês.

A Lei nº 18.355 foi publicada no Diário Oficial de quarta-feira (24) e promulgada pelo presidente da Alepe, Álvaro Porto (
PSDB), sem a sanção da governadora Raquel Lyra (PSDB), que devolveu o texto ao Legislativo sem sancionar ou vetar.

De acordo com a lei, foram instituídas sete novas funções:

  • Assessor Especial da Liderança do Governo;
  • Assessor da Liderança do Governo;
  • Assessor Especial da Liderança da Oposição;
  • Assessor da Liderança da Oposição;
  • Assessor Especial de Membro da Mesa Diretora;
  • Assessor de Membro da Mesa Diretora;
  • Chefe de Gabinete da Primeira Secretaria.

Além dos líderes e vice-líderes de bancada, passam a contar com novos assessores o primeiro e o segundo vice-presidentes da Casa, além dos segundo, terceiro e quarto secretários da Mesa Diretora.

Os assessores especiais vão atuar junto aos deputados na elaboração de minutas de projetos de lei, pareceres e resoluções e nas discussões sobre matérias legislativas, com vencimento de R$ 5 mil.

Os assessores da liderança terão o papel de auxiliar os assessores especiais na execução dessas atividades. A remuneração mensal é de R$ 2,5 mil.

Entre as atribuições dos assessores especiais de membro da Mesa Diretora, estão as de “auxiliar na elaboração de documentos, inclusive sigilosos” e “prestar assessoramento a respeito das matérias discutidas” na Mesa Diretora. O salário também é de R$ 5 mil. Já os assessores de Membro da Mesa Diretora, que vão auxiliá-los, vão receber R$ 2,5 mil por mês.

 

Influencer Karol Eller comete suicídio um mês após anunciar conversão

Influencer bolsonarista Karol Eller anunciou recentemente em suas redes que havia renunciado à “prática homossexual”. Morte aconteceu em SP

A influencer Karol Eller, apoiadora do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), morreu nesta quinta-feira (12/10) em São Paulo. Ela publicou, nas redes sociais, mensagem com afirmações como “perdi a guerra” e “lutei pela pátria”.

O falecimento foi confirmado por parlamentares como o deputado federal Nikolas Ferreira (PL-MG). “Escrevo isso praticamente sem forças, mas infelizmente Karol Eller veio a óbito. Que o Senhor conforte a vida de seus familiares”, escreveu Nikolas no X (antigo Twitter).

“Com muito pesar mesmo acabei de receber a notícia do falecimento da Karol Eller. Que Deus em sua infinita bondade conforte familiares e amigos, vai fazer falta por aqui”, publicou o também deputado Eduardo Bolsonaro (PL-SP).

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) lamentou a morte de Karol. “Recebi com muita tristeza a notícia da morte da Karol Eller, uma pessoa de coração gigantesco, uma grande mulher. Peço respeito pela história da Karol e orações pela alma dela e pelo conforto de todos. Que Deus a receba!”, escreveu.

Em setembro, a influenciadora anunciou em publicação nas redes sociais ter “renunciado à prática homossexual”, além de “vícios e desejos da carne” após voltar de retiro religioso. Apoiadora da família Bolsonaro, ela se filiou ao Partido Liberal (PL) em agosto.

Mariah AquinoGuilherme Goulart – Metropoles

 

Tebet anuncia salário mínimo de R$ 1.421 para 2024.

A ministra do Planejamento, Simone Tebet, anunciou em entrevista a jornalistas nesta quinta-feira (31) que o Orçamento de 2024 vai prever salário mínimo de R$ 1.421.

Tebet falou ao lado do titular da Fazenda, Fernando Haddad. Na ocasião, os ministros apresentaram detalhes da formulação do Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) que será enviada ao Congresso ainda nesta quinta-feira.

Vale destacar que o Orçamento ainda deve ser apreciado pelo Legislativo.

Com a proposta, o salário mínimo, que atualmente é de R$ 1.320, avançaria R$ 101. Isso representa um avanço de 7,65% e vem em linha com a nova política de valorização do mínimo.

Medida provisória tramitada no Congresso neste ano garantiu que o salário mínimo deve ser corrigido pela inflação do ano anterior (INPC) somada à variação do PIB de dois anos atrás.

Orçamento

Atendendo o marco fiscal aprovado no Congresso, a proposição traz previsão de déficit primário zero em 2024 — ou seja, receitas primárias e despesas primárias são equivalentes.

Simone Tebet reiterou o “equilíbrio” da peça e indicou que a Receita Federal foi conservadora ao estimar as receitas das chamadas “medidas saneadoras”, que viabilizariam o déficit zero.

“Estamos diante de um orçamento muito equilibrado, com todas as despesas contratadas, com todas as receitas delineadas, naquilo que a receita normalmente faz que é ser conservadora com os números”, disse.

O ministro Fernando Haddad reforçou que medidas como a expansão do Bolsa Família, do piso dos enfermeiros e do O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) pressionaram despesas.

O petista voltou a detalhar o conteúdo do pacote de medidas saneadoras, que disciplinam vitórias da União no Judiciário, revê renúncias fiscais e taxa a parcela mais rica da população.

“A recomendação [da Receita] foi de fazer uma peça técnica, desafiadora e demandante. Herdamos um Orçamento com R$ 230 bilhões de déficit projetado. Não estamos negando o desafio, estamos afirmando nosso compromisso em obter o melhor resultado possível”, disse.

Questionados pelo olhar para as despesas, os ministros indicaram que o governo vem trabalhando quesitos de qualidade do gasto público, especialmente no âmbito da pasta comandada por Tebet.

por:

Cristiane NobertoDanilo Moliternoda CNN

Brasília

Divulgado resultado da prova de títulos do processo seletivo para Conselho Tutelar de Afogados da ingazeira

A presidente Márcia Helena Genésio de Siqueira, Comissão Especial Eleitoral da CMPDDCA-AI/PE, no uso das atribuições que lhe é conferida, tornou publico o resultado preliminar do exame de conhecimento especifico do processo de escolha aos membros do Conselho Tutelar, para o quadriénio 2024/2028.

O processo teve inicio com as inscrições no período de 05 a 30/06, com o número de 16 inscritos para o pleito, apenas 10 chegaram a etapa de capacitação e classificação através do exame de conhecimento especifico.

A data para lista definitiva dos então candidatos, será no próximo dia 30. Também será a data que dará inicio ao período de campanha dos futuros conselheiros tutelares e seus respectivos suplentes.

Com data unificada em 01 Outubro, a eleição acontece em todo território nacional.
ficando a data reservada de 10 de Janeiro de 2024 para posse dos eleitos.

Ex presidente Jair Bolsonaro hospitalizado na manhã desta quarta

O Ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) foi internado na manhã dessa quarta-feira  ( 23/08), no hospital Vila Nova Star, em São Paulo. Ele foi atendido e está sobre os cuidados do médico pessoal dele, Antônio Macedo.

Macedo é um renomado cirurgião de São Paulo, ficou mais conhecido após o incidente da facada.

Na semana passada  Bolsonaro realizou uma harmonização orofacial, procedimento feito na face e na boca, em uma clínica de Goiânia. O resultado foi divulgado em fotos e vídeos publicado pelo dentista Rildo Lasmar, e de acordo com ele, não houve complicações.

Lula deve anunciar Silvio Costa Filho em ministério esta semana

Silvio Costa Filho

O presidente Lula deve, finalmente, anunciar a minirreforma ministerial esta semana confirmando o deputado pernambucano Silvio Costa Filho, do Republicanos, partido que, paradoxalmente, apesar de ganhar espaço no Governo, não irá formalmente compor a base de sustentação da gestão petista no Congresso Nacional.

Mas Silvio Filho deve levar pelo menos 15 dos 41 votos da bancada na Câmara dos Deputados, contrariando o comando do partido, sob a liderança do deputado Marcos Pereira, braço forte da Igreja Universal do Reino de Deus. Pereira tem planos para disputar a presidência da Câmara no ano que vem, o que poderia flexibilizar a sua posição.

Mas bastou o ministro da Articulação Política, Alexandre Padilha, confirmar Silvio Filho na Esplanada dos Ministérios, há dez dias, para o governador de São Paulo, Tarcisio de Freitas, anunciar que está deixando a legenda – o que provoca um racha na bancada – com tendência de seguir em sua maioria o governador paulista, visto como pré-candidato ao Palácio do Planalto nas eleições de 2026.

Mas há ainda quem não acredite no desfecho das mudanças nesta semana. É que o Palácio do Planalto iria esperar a aprovação dos projetos prioritários para o governo na área econômica, que avançaram pouco, como o marco fiscal. Os deputados precisam votar as mudanças feitas pelo Senado no marco fiscal, pendência que tem mais pressa por parte do Planalto.

Leia mais…